OOPS. Your Flash player is missing or outdated.Click here to update your player so you can see this content.
Origens PDF Imprimir e-mail
Escrito por Administrator   
08-Nov-2008

A primeira referência que existe ao nome de Maçãs de Dª Maria, é no documento da criação do concelho de Arega, por Pêro Afonso, filho bastardo de D. Afonso Henriques, referindo que este confinava com o rio "Mazanas" (Maçãs), hoje ribeira da Várzea. Como se constata, é um curso de água que dá o nome a esta região.

Maçãs surge no seguimento de um conjunto de doações e criações de concelhos em redor da ribeira de Mazanas: o concelho de Penela, fundado por D. Afonso Henriques, que ia até á confluência do rio Almafalla e Alge; o concelho de Figueiró dos Vinhos, criado por Pêro Afonso em 1204, e a Albergaria de Martim Fernandes, doada e coutada em 1208 por D. Sancho I.

E é entre estes territórios que aparece uma extensa área, que D. Sancho I doa a D. Maria Paes Ribeiro, em 1209 ou 1210, e seus descendentes.

Do memso ano é a carta de Avelaal e Almafalla, que inclui toda a região de Mazanas. Daqui, se pode retirar que havia uma sobreposição das expressões Almafalla e Mazanas, se não de todo, pelo menos em parte.

Maçãs de Dª Maria estava dependente de Chão de Couce, possivelmente, antes de 1434, aonde aliás, morava o donatário. Esta concessão é confirmada por D. Afonso V, em 1451 ao Terceiro Conde de Vila Real.

A 12 de Novembro de 1514, D. Manuel cria o concelho de Maçãs de Dª Maria juntamente com o de Avelar, Aguda, Pousaflores e Chão de Couce - que compõem a Comarca das Cinco Vilas - continuando no entanto a pertencer aos Marqueses de Vila Real, ratificados por D. João III, D. Sebastião e Filipe I.

Em 1641, devido á Restauração da Coroa Portuguesa, procedeu-se á confiscação dos bens e sentença de morte, por conspiração a favor de Castela, dos Marqueses de Vila Real, sendo estes incorporados na Casa do Infantado, na pessoa do Infante D. Pedro, onde estiveram até 1834, dando-se provimento ao decreto de 1832. Este decreto permitiu que as terras aforadas ficassem nas mãos dos seus usuários.

Em 31 de Dezembro de 1836 e no seguimento da reorganização do territótio nacional, foram integrados no concelho de Maçãs de Dª Maria os extensos concelhos de Aguda e Arega. Em 1855 este concelho é absorvido pelo de Figueiró dos Vinhos e em 1895 é anexado ao concelho de Ansião. E só a partir do ano de 1898 passa definitivamente para o concelho de Alvaiázere.

Actualizado em ( 16-Jan-2009 )
 

Quem está em linha

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje2
mod_vvisit_counterOntem74
mod_vvisit_counterEsta Semana2
mod_vvisit_counterEste Mês986
mod_vvisit_counterTudo117650